Blog

Tire sua máscara e vire um homem de verdade!

Tire sua máscara e vire um homem de verdade!

A subserviência é um instrumento político poderoso.

Por essa razão, os homens que estão no poder se empenham tanto em subjugar aqueles que estão em sujeição, a classe ordinária de plebeus e cidadãos comuns, destituídos de poder e recursos de defesa contra os tiranos que os oprimem e os escravizam.

A política — frequentemente superestimada como o caminho para as soluções de todos os problemas que afligem a sociedade — é simplesmente a arte de um grupo de homens dominarem todos os demais.  

Evidentemente, a ditadura do coronavírus já foi longe demais. Não deveria nunca ter chegado ao nível em que chegou. Políticos usurparam todas as liberdades individuais dos cidadãos — com o consentimento destes — e agora tentam fazer vigorar eternamente medidas irracionais, absurdas e ineficientes, simplesmente porque descobriram que adoram o poder e não querem abdicar do exacerbado nível de controle que adquiriram sobre a população. 

Obviamente, a classe política alega que faz isso pelo "bem" da população. A grande maioria — idiotizada e emburrecida —, infelizmente, acredita. Lamentalvelmente, as pessoas foram tão doutrinadas e domesticadas pelo sistema que hoje elas não oferecem qualquer resistência à ditadura do coronavírus, mas antes obedecem cegamente a todas as imposições e exigências sanitárias das autoridades, não importa quão irracionais, prejudiciais e maléficas sejam essas medidas. Na verdade, algumas pessoas foram tão doutrinadas que chegam a reagir de forma histérica e agressiva contra todos aqueles que não demonstram o mesmo nível de submissão e servidão que elas. 

Agora é a hora para se redimir e se tornar um homem de verdade. Agora é o momento certo de tirar a máscara e colocar um fim à própria escravidão. Os covardes que se entregaram a ditadura do coronavírus ainda podem encontrar redenção, abandonando o seu posicionamento complacente e se rebelando contra a ditadura sanitária que os escraviza e oprime os seus concidadãos. 

Nós não temos controle sobre a ditadura do coronavírus, mas podemos decidir se ela irá nos dominar ou não. Nossa atitude pode servir de exemplo para outras pessoas. A maneira como lidamos com as vicissitudes da vida diz muito sobre cada um de nós.

Acima de tudo, não podemos nos esquecer que a coragem é uma das mais formidáveis virtudes que existem. Talvez seja por isso que tão poucas pessoas sejam capazes de cultivá-la e exibi-la publicamente.  

Compartilhe esse texto:

Sobre Mim

Sobre Mim

O Ultraconservador é um reacionário cristão antissocialista, anticomunista, antimarxista e antiestatista. Um indivíduo sem medo do establishment socialdemocrata ditatorial, corrosivo e totalitário. É colaborador de periódicos (jornais e revistas) e portais eletrônicos do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.