Blog

Comunismo, Socialismo e Ursinhos Carinhosos

Comunismo, Socialismo e Ursinhos Carinhosos

Em linhas gerais, não há grande diferença entre comunismo, socialismo, nazismo e fascismo. Não obstante, os dois primeiros nunca são condenados, vilipendiados, rechaçados e repelidos como os dois últimos. Mesmo com toda a destruição que regimes socialistas e comunistas causaram no decorrer do século 20 – e persistindo, no século 21, a exemplo de Cuba, Venezuela e Coreia do Norte – tendo assassinado em excesso de cem milhões de pessoas, a esquerda política continua a promover abertamente estas duas ideologias brutais, sanguinolentas, opressivas e assassinas, erroneamente afirmando que os regimes anteriores não eram representativos do “verdadeiro” socialismo ou do comunismo, o que é uma falácia das mais repulsivas e abomináveis.

A esquerda sempre ignorou sistematicamente o socialismo e o comunismo práticos, em favor de uma fantasia. Através de muita doutrinação e propaganda, ela tenta passar uma imagem de que estas duas ideologias totalitárias e coletivistas são coisas bonitinhas, amigáveis, solícitas, humanas e profundamente coloridas, ursinhos carinhosos, por assim dizer, e há quem acredite no amontoado de baboseiras que a esquerda tenta difundir, usando de argumentos sentimentais e de muita retórica falaciosa para fazer adeptos, e leva-los a acreditar em utopias infantis, que na prática são regimes assassinos.

A esquerda, sendo a ideologia infantil que é, não possui capacidade alguma para compreender a natureza humana. Seus adeptos não são capazes de entender que seres humanos não deveriam ter poder, pois tendem a abusar deste poder. Foi isto que todos os ditadores comunistas e socialistas fizeram ao longo da história, embora eles não tenham praticado simples abusos, mas verdadeiras atrocidades contra a espécie humana. Os regimes socialistas e comunistas constituíram-se indiscutivelmente nas piores ditaduras da história.

Infelizmente, os adeptos destas seitas e religiões políticas estudam teoria demais, e tendem a negligenciar a realidade. Passam a viver no mundo de fantasia de Karl Marx, embora Marx não tenha sido o único ideólogo do comunismo, mas o principal. Por estas e por muitas outras razões, devemos sempre desmascarar as falácias da esquerda. Estamos falando de pessoas que não se importam com seres humanos, mas com um projeto de poder. Eles tem uma agenda política, e sua pretensão é obrigar as pessoas a seguir esta agenda, usando o estado para isso.

Quando a esquerda não está no poder, no entanto, sua única alternativa é enganar tantas pessoas quanto for possível, com a promessa de uma utopia. E ela possui adeptos inteligentes o suficiente para ludibriar pessoas ingênuas, e leva-las a acreditar que o “paraíso socialista” é possível.

A verdade, no entanto, é que ser a favor destas ideologias assassinas é ser favorável ao genocídio de milhões de pessoas inocentes. Nenhuma outra ideologia causou tanta dor, destruição e morticínio na história humana quanto o marxismo, a versão mais praticada de socialismo e comunismo. Provavelmente, nem a bomba atômica, o câncer e a AIDS combinados conseguiram causar um nível de destruição similar.

Como a função da esquerda é enganar, ela usa de todos os meios e artifícios disponíveis para esse fim, difundindo-se principalmente em escolas, universidades e no meio acadêmico, através de uma vasta produção de material intelectualmente questionável.

O socialismo e o comunismo foram as maiores abominações na história da humanidade; são ideologias mortíferas e brutais, responsáveis pelas piores e mais agressivas ditaduras que existiram. No Camboja, por exemplo – apenas em um período de quatro anos –, aproximadamente dois milhões e duzentos mil cambojanos foram assassinados. Este país possui inclusive o maior número de sepulturas coletivas já registrado, aproximadamente vinte e três mil, isto que trata-se de uma diminuta nação do sudeste asiático. Apesar de seu caráter efêmero, a ditadura do Khmer Vermelho causou um nível de destruição superior ao de uma bomba atômica. Este, no entanto, é apenas um dentre muitos exemplos que poderiam ser citados, e que são deliberadamente omitidos pela esquerda.

A única forma possível de combater a disseminação destas ideologias pérfidas e assassinas é falando a verdade. Apenas a verdade é capaz de se sobrepor ao oceano de falácias propagadas, criadas e disseminadas pela esquerda; e mesmo assim, a verdade será sistematicamente ignorada em inúmeras ocasiões. Afirmar que o socialismo e o comunismo são ideologias “do bem” é apenas uma dentre muitas mentiras difundidas pela esquerda. Precisamos atacar sistematicamente sua vasta e imensurável produção de falácias, expondo para todos os que quiserem saber como o socialismo e o comunismo realmente são na realidade.

Compartilhe esse texto:

Sobre Mim

Sobre Mim

O Ultraconservador é um reacionário cristão antissocialista, anticomunista, antimarxista e antiestatista. Um indivíduo sem medo do establishment socialdemocrata ditatorial, corrosivo e totalitário. É colaborador de periódicos (jornais e revistas) e portais eletrônicos do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.