Blog

Até quando o Brasil vai permanecer refém de Lula?

Até quando o Brasil vai permanecer refém de Lula?

Lula, seus aduladores, fervorosos discípulos e praticamente todos os integrantes de sua seita satânica não aceitaram de forma civilizada a condenação do deus petista no TRF-4, pronunciada dia 24, em Porto Alegre. Depois de proferida a sentença, Lindbergh Farias, Gleisi Hoffmann, e todos os demais integrantes da criminosa seita petista, bem como simpatizantes dos partidos puxadinhos do PT, continuaram a desafiar a justiça, considerando ilegítima a decisão do tribunal, e difundindo arroubos de ódio, leviandade, insensatez e fanatismo totalitário entre a militância de anencefálicos, dando continuidade ao fétido, enferrujado e apodrecido discurso de que Lula é um pobre perseguido político, um sacrossanto injustiçado que está sendo injuriado porque beneficiou os pobres, em detrimento das elites, o que é uma das mais hilariantes mentiras petistas. E é necessário ser muito burro para acreditar nela. O que aconteceu foi justamente o contrário: os esquemas ilícitos planejados e executados pelo PT enriqueceram a alta cúpula do partido, além de banqueiros e proprietários de megacorporações, em uma sistemática simbiose entre estado e iniciativa privada, que consolidou de forma incólume o capitalismo clientelista como o principal método de enriquecimento ilícito da gestão governamental petista, usando verbas do BNDES para fortalecer as empresas associadas ao estado, e legitimar o seu domínio sobre o mercado. 

Com todas essas evidências, é tão trágico quanto cômico que Lula ainda seja visto pela militância de extremistas fanáticos como um “homem do povo”. Lula é um bilionário chorão que anda de jato particular, enquanto come do bom e do melhor, fica hospedado em hotéis de luxo, e tem toda a atenção que deseja da mídia, para dar os seus showzinhos de egocentrismo torpe e doentio, em uma espetacularização da política que o beneficia sobremaneira. Quem consegue enxergar a verdade sabe que Lula não passa de um hostil e maléfico mentiroso patológico, cujas únicas genuínas habilidades consistem em lamuriar-se diariamente como o covarde sórdido e depravado que é, completamente incapaz de agir como um homem de verdade, confessar seus crimes e assumir a culpa por todos os atos deploráveis que cometeu. Não podemos jamais esperar isso de Lula. Ele é uma farsa cuja lastimável encenação parece não acabar nunca. A um custo monumental para o Brasil, que não consegue progredir, desenvolver-se, expandir-se em direção a um futuro mais sólido e palatável. O país permanece refém dos arroubos sádicos e deploráveis de um criminoso depravado e egocêntrico, que quer retomar o poder de qualquer maneira, custe o que custar. Até mesmo, se necessário for, através de meios antidemocráticos.

O grande problema nesta questão é justamente este: o Brasil continua sendo refém deste criminoso vil, falastrão, hipócrita e odioso, que quer a todo custo ser ditador, perpetuar-se no poder, dar prosseguimento à ditadura petista, continuar com os saques às estatais e destruir o país, custe o que custar. Lula não está nem um pouco interessado no futuro ou no bem-estar dos brasileiros. O messias petista está interessado única e exclusivamente em si próprio, no seu futuro e no seu projeto de poder. Se para isso ele tiver que manter o Brasil inteiro refém de sua ignominiosa, agressiva e nefasta tirania, injuriando e ameaçando a população, a justiça, os servidores que cumprem pontualmente a letra da jurisprudência, sabendo que o ex-presidente não está acima da lei – a despeito do que a militância de fanáticos petistas possa pensar –, para ele, isso não passa de uma questão terrivelmente simplória. Para Lula, assim como para todos os integrantes de sua seita criminosa, os fins justificam os meios. Não obstante, testemunhamos o sôfrego e maldizente desespero de um homem imoral e decadente, que aposta fundo em sua capacidade de enganar a população, mal sabendo que, na melhor das hipóteses, engana apenas os seus jumentos adestrados. A verdade é que a sede patológica de Lula pelo poder não conhece limites. Lula é um hostil e sórdido psicopata, que se considera um deus. É por uma questão de dignidade e de amor patriótico que não podemos, jamais, permitir que esta organização criminosa retorne ao poder. Se, para isso a população tiver que apelar para uma guerra civil, que assim seja. Mas já ficamos reféns desta virulenta e maligna organização criminosa por tempo demais.  

Compartilhe esse texto:

Sobre Mim

Sobre Mim

O Ultraconservador é um reacionário cristão antissocialista, anticomunista, antimarxista e antiestatista. Um indivíduo sem medo do establishment socialdemocrata ditatorial, corrosivo e totalitário. É colaborador de periódicos (jornais e revistas) e portais eletrônicos do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.