Blog

2018 - O Ano da Grande Conflagração

2018 - O Ano da Grande Conflagração

2018 - Ano para estocar armas, munição e suprimentos

Se em 2019 - através das eleições de 2018, que serão impreterivelmente fraudadas - a esquerda chegar novamente ao poder, a ruína, o caos e a depravação indubitavelmente se instalarão no pais. Com a implementação de um regime totalitário bolivariano, a extrema-esquerda socialista executará um grande projeto de vingança, que terá por objetivo sobrepujar e suprimir, de forma definitiva, todos os seus adversários e opositores políticos. Sem expressar o menor remorso, compaixão ou clemência. Muito pelo contrário. Devemos esperar agressivas e deploráveis manifestações de crueldade.  

Lula declarou repetidamente, em diversas ocasiões, que, se "for eleito" presidente, irá censurar a imprensa, algo que sua secretária particular e aspirante a tiranete, Gleisi Hoffmann, repetiu como um papagaio adestrado uma centena de vezes. Recentemente, Lula falou também que irá controlar o judiciário.

Para bom entendedor, meia palavra basta. Uma análise rápida dos fatos evidencia muito bem o que estas depravadas organizações criminosas de esquerda pretendem: implementar um sádico e tirânico regime ditatorial no país. Que na verdade, já colocou todas as suas maledicentes diretrizes em andamento. As eleições presidenciais que ocorrerão neste ano servirão apenas para formalizar – e dar uma aparência de legitimidade, através de uma falaciosa fachada democrática – a retomada do poder pelo PT.  

Recentemente, Marcos Carvalho publicou em sua página no FB:

"Mantenham o passaporte atualizado, o visto americano em dia, e alguma reserva em moeda estrangeira (dólar, libra esterlina ou euro). Se a esquerda ganhar em 2018, teremos apenas dois meses (novembro e dezembro) para ir embora antes da "gulaguização" do país."

Lula sempre fala de sua posição como presidente como se já tivesse vencido as eleições. E sempre expressa isso como se tivesse absoluta certeza deste fato. Como ele teria certeza, a não ser que soubesse, de antemão, dos resultados? Seria pura arrogância ou prepotência de sua parte? Lula sabe muito bem que a ORCRIM e o Foro de São Paulo manipularão o resultado das eleições para favorecê-lo. Com urnas eletrônicas fraudulentas, que não passam em um único teste do TSE, está mais do que evidente quem sairá vitorioso das eleições presidenciais de 2018.  

Para piorar, Carmen Lúcia, recentemente, afirmou que se o TRF-4 não emitir um parecer favorável à Lula, ela, de um jeito ou de outro, soltará o comandante máximo da ORCRIM. A conflagração da impunidade política institucionalizada deixará o país livre para a consolidadção da tirania estatal.  

Sem dúvida nenhuma, o panorama político nacional esboça, sob diversas perspectivas, todas as vicissitudes do futuro do país: Lula será eleito presidente com urnas eletrônicas manipuláveis, e irá, no princípio de 2019, instaurar um regime bolivariano no Brasil. 

A nossa sorte é que temos um ano para nos preparar. Podemos comprar armas e munição (mesmo que seja no mercado negro) e estocar alimentos. A sociedade, para se proteger, pode organizar milícias de resistência civil para enfrentar a tirania socialista que se avizinha. Embora o ideal mesmo fosse realizar um ataque ofensivo a Brasília.  

Infelizmente, não haverá intervenção militar para nos ajudar. Ao contrário de 1964, não temos nem uma organização sequer, atualmente, ao lado da sociedade civil. O estado encontra-se completamente aparelhado. Por essa razão, precisamos nos preparar, e rápido, para a grande tempestade socialista de 2019. 

Compartilhe esse texto:

Sobre Mim

Sobre Mim

O Ultraconservador é um reacionário cristão antissocialista, anticomunista, antimarxista e antiestatista. Um indivíduo sem medo do establishment socialdemocrata ditatorial, corrosivo e totalitário. É colaborador de periódicos (jornais e revistas) e portais eletrônicos do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.